quarta-feira, 8 de julho de 2009

Autismo... Uma Visão Metafísica

Milhões de famílias em todo o mundo são afetadas pelo autismo. Embora algumas pesquisas tenham produzido grandes progressos na compreensão desta condição, a ciência ainda não sabe exatamente o que gera esse tipo vida para algumas crianças e não para outras.

Neste artigo, gostaria de apresentar uma visão metafísica sobre o Autismo. Eu sei que isto vai parecer um pouco "irreal" para algumas pessoas, mas vamos dar-lhe uma chance. Se você aceitar a premissa de que somos seres espirituais tendo uma experiência humana, então podemos ter este ponto-de-vista.

Do que tenho lido, existe uma possibilidade de que crianças com autismo não tenham suas consciências completamente presas a este lado do véu. Se nós dermos um passo a mais e aceitar a premissa de que todos nós escolhemos a nossa condição inicial de vida antes do nascimento para o mundo físico, então a condição do autismo se torna uma "escolha" em vez de uma "condição". Esta é uma grande afirmação.

Agora só porque optamos por uma condição de nascimento antes de chegarmos, não significa que temos de permanecer nesse estado. Este é o momento em que o livre-arbítrio entra em jogo.

Cada criança é única, evidentemente, de modo que os motivos para fazer esta escolha inicial podem ser infinitos. Para dar um pouco de apoio a esta teoria, eu sei de alguns videntes ou "médiuns" que têm a capacidade de comunicarem-se claramente com estas crianças. Como é que eles fazem isso? Todos eles dizem que a conexão é o espírito da criança, ou alma.

Então, se tudo isto é verdade, será que isso deixa-nos uma forma de cura? Como podemos persuadir uma criança à conscientemente fixar-se mais firmemente no mundo físico? Não vou fingir que tenho a resposta. No entanto, há um monte de investigação em curso nesta área e tem havido alguns bons resultados. Um, que eu saiba, é este grupo: A matriz energética. Eles oferecem um programa de tratamento gratuito para as famílias com crianças que têm autismo. Vale a pena explorar.

Eu entendo esta teoria vai ser difícil de digerir para algumas pessoas. No entanto, há uma quantidade crescente de evidências científicas no mundo da Física Quântica, que suporta esta conexão espiritual para todos nós. Se você gostaria de ler um pouco mais sobre este assunto, gostaria de sugerir A cura espontânea da crença de Gregg Braden.

Fonte: http://www.examiner.com/x-12013-Baltimore-Metaphysical-Examinery2009m7d7-AutismA-Metaphysical-View

3 comentários:

  1. Sou espírita, da terra onde cresceu e faleceu Chico Xavier. Eu acredito no que vc dise porém tive que ler o artigo três vezes e vou ler de novo... tem umas coisas no espiritismo que acho dificil demais, principalmente quando envolve física, química e etc
    Comecei a ler Genesis e demorava demais em cada página até dormir, sem compreender 100% de tudo, agora vou começr a estudar com minha mãe e irmã... de grupo tudo é mais fácil. Um ajuda o outro.

    Meu irmão começou a falar com 5 anos e não desmerecendo os profissionais terrenos, acredito que a ajuda espiritual foi grande demais. Ele frequenta o centro espírita toda quinta para tratmento e melhorou demais. Minha mãe trabalha em outro centro psicografando e na desobsessão. É impressionante como minha família mudou depois disso. Meu pai tá mais calmo (embora não acredite em nada), eu e minhas irmãs começamos a estudar e frequentar centros, tendo assim uma religião. Eu e minha mana gêmea estamos evangelizando crianças... o cminho é fantástico: paramos de brigar a toa, temos mais paciência, etc.

    O Lu está cada vez mais nesse mundo, demonstra que nos ama a cada minuto, olha pra gente, fala de tudo, reza.... é fantástico.

    Desculpe escrever demais... se quiser me passar seu nome completo e do filhotão, coloco no caderno de orações. Se tiver algum desencarnado tbm que quiser, pode me mandar.

    Beijos! Karla.

    ResponderExcluir
  2. Oi, li esta postagem sobre o que vc chama de "visão metafísica" somente hj e fiquei muito feliz em encontrar algo assim em um dos blogs que visito. Tenho filhos gêmeos, prematuros de 6 meses, um ficou cego e o outro com paralisia cerebral leve e Transtorno invasivo do desenvolvimento. Eles têm 4 anos e são lindos.
    Estou lendo e aprendendo muito e digo francamente que a explicação espírita para o autismo é bastante confortadora pois nos faz pensar que somos mesmo seres eternos, que fomos criados para sermos felizes e que só alcançaremos isso nas relações de amor uns com os outros. O espiritismo não traz uma explicação religiosa para o autismo, mas abre a perspectiva de interrelação entre o mundo físico e o extra-físico, ou espiritual. Assim, se compreendermos que naquele corpo que ora se apresenta de uma forma tão distoante dos demais existe um ser eterno, que optou por não manter contato com esse mundo físico, de alguma forma até rejeitando-o, então nossa perspectiva de lidar com a situação também muda. Li um livro interessantíssimo que trata exatamente disso, do escritor espírita Hermínio C. Miranda: Autismo - uma leitura espiritual, da Editora Lachatre. Vale a pena ler e refletir sobre esta perspectiva. Tive a oportunidade de receber notícias desse meu filho no plano espiritual e ele falou da enorme dificuldade que sente em aceitar esse mundo material e que sua vontade era ficar onde estava, sem contato com ninguém, mostrando claramente que não desejava ter nascido. Isso é assutador para nós pais, que desejamos tanto ter uma criança e quando ela chega, pode ser que tenha se arrependido de ter vindo e não queira estar aqui. Isso não significa que não nos ame, mas que preferia estar em outro lugar. Depois desse dia, quando ele está nos seus momentos difíceis e agride a si e aos outros, eu procuro falar firmemente como se falasse com um homem adulto que sabe perfeitamente o que está fazendo e por quê. Então ele fica me olhando bem sério, pára de se bater e vai fazer outra coisa. Penso que ele entende, bem lá no fundo, e capta a mensagem de que eu sei que ele está desconfortável com essa sua vida, mas está aqui e precisa vive-la da melhor forma que puder. Obrigada pela atenção.
    Idavania Basso, de Florianópolis

    ResponderExcluir
  3. Descobri a mecânica quântica,antes de descobrir que sou asperger,tive sorte de ter descoberto a solução,antes do problema.Porque eu me "iluminei"antes de saber qual era o meu problema,e tive certeza que a medicina esta totalmente equivocada em dizer que não existe cura para isso.Enquanto estive em estado de pico,ou em ecstasy espiritual,todos os sintomas do meu problema desapareceram,até começar a entropia novamente,e sair daquela sensação maravilhosa de amor incondicional.Irei continuar com o meu caminho,em rumo a consciência crística,que na verdade,se eu não tivesse esse problema,talvez eu ainda estaria dentro da zona de conforto,e relutaria bravamente em aceitar o vácuo quântico,como acontece com 99% da população mundial,que estão totalmente debaixo do paradigma materialista,dentro da matrix.O asperger quase me obriga a buscar a espiritualidade,se não for pelo amor,vai pela dor,e nessa encarnação eu quero ir pelo amor.

    ResponderExcluir