terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

Deus escolhe as mães

A maternidade proporciona o entendimento dos valores da vida. O desenvolvimento da paciência, da sensibilidade e, sobretudo, do amor permitiu que seguissem adiante com seus filhos portadores da síndrome do autismo e de outras deficiências humanas.

As mães que têm filhos deficientes diferenciam-se das demais, porque todos os dias são especiais, já que elas têm um amor extraordinário para entender aqueles que não têm condições de valer-se por si mesmos.

As mães de autistas foram agraciadas pela Divindade Maior para ter o que se chama de Maternidade Especial, pois conseguem fazer seus filhos viverem felizes, incluindo-os nos programas de educação especial com a mesma força e abnegação que as demais mães que têm seus filhos ditos normais.

Não importa para elas que o seu autista se diferencie como estigmatizado ao ter de ocupar um lugar discriminado e rotulado de especial, nem a dor da indiferença; afinal, ela também está aprendendo com ele.

O autista requer muito mais paciência maternal/paternal, pois aos pais cabe o grande e permanente desafio de guiá-lo no cotidiano, como educadores e terapeutas, ajudando-o em suas necessidades de aprendizagem adaptativa dentro e fora do lar, e no convívio social.

Nessa missão, os pais necessitam aprender muito sobre as características comportamentais dos portadores da síndrome de autismo, para poderem atendê-lo em suas necessidades básicas e vencer as barreiras do isolamento que eles, os autistas, se impõem, consciente ou inconscientemente. Os cuidados comportamentais que o filho autista requer são sempre diferenciados.

A surpresa dramática da descoberta da síndrome muitas vezes pode significar que “alguma coisa morre” dentro de si. Muitos desistem só com essa revelação. Deprimem-se e se estigmatizam para o resto da vida. Depois olham o filho com um olhar especial, começam a buscar o inesperado, daí acontece mais uma gestação, até parir a esperança.

Este texto foi extraído do livro Deficiência ou Eficiência – Autismo: Uma Emergência Espiritual? De Nilton Salvador. Após esse texto ele conta a história de uma mãe que estava muito abalada com a situação do seu filho e não estava mais encontrando forças para levar sua vida adiante, até o dia em leu uma mensagem que lhe fora passada por sua mãe, mensagem esta que mudou a sua vida.

Pedi então a minha irmã, que têm a habilidade de transformar textos em apresentações audiovisuais carregadas de emoção para reproduzir a mensagem. Obrigado Simone por nos ajudar nos desafios e descobertas do Mundo de Peu.

Clique aqui para assistir a apresentação da mensagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário