sábado, 19 de janeiro de 2008

Filme – Missão Especial

Outro dia conversando com minha irmã Michele sobre os progressos alcançados por Peu com a terapia, ela me falou sobre um filme que havia assistido na TV há alguns meses atrás, era uma história sobre dois gêmeos autistas e dos desafios enfrentados pela mãe para que eles tivessem uma vida independente e fossem aceitos pela sociedade.

O nome do filme é Missão Especial, baseado em fatos reais narra a história de Corrine (Mary-Louise Parker) e de seus filhos gêmeos Stephen (Zac Efron) e Philip (Bubba Lewis). O filme trata a história de forma bastante realista sem se prender nas “habilidades especiais” que alguns autistas possuem. Está tudo lá: o despreparo da maioria dos médicos em detectar o autismo precocemente, a frieza de outros médicos no momento do diagnóstico, o desespero inicial da mãe ao descobrir que não existia cura ou tratamento efetivo para a doença de seus filhos, sintomas clássicos como ecolalia e mutismo, o despreparo das escolas para atender crianças especiais, o preconceito da sociedade e a falta de apoio dos órgãos governamentais.

O filme também mostra muitas coisas boas como à luta de Corrine para que seus filhos estudem em uma escola normal, o método utilizado para que as crianças aprendessem a falar, ler e escrever, o desenvolvimento gradual dos gêmeos que conseguem acompanhar crianças da mesma idade na escola e sobretudo a superação e sucesso dos garotos que vai além do esperado. Um ótimo filme, emocionante sem ser piegas, aqui em Salvador ele pode ser encontrado na locadora GPW.

A mensagem que o filme passa é que apesar do autismo não ter cura, a dedicação e o amor dos pais superam qualquer barreira e com o apoio da sociedade os autistas podem ter uma vida normal e com muitas realizações.

8 comentários:

  1. esse filme é maravilhoso, já assisti pois tenho uma sobrinha autista que é a coisa mais linda do mundo.
    Também tem um filme.
    Assisti em Tv fechada um outro filme muito bonito que fala de um garotinho autista, filho único de pais dedicados, mas ao mesmo tempo cansados de tentar fazer com que o filho viva uma vida o mais próxima do normal. Porém o que eles não contavam é que a simples chegada de um cachorrinho na casa fosse contribuir consideravelmente para a o desenvolvimento da criança. O filme é emocionante e incentivador, pena que não lembrar do nome.

    ResponderExcluir
  2. eh muito perfeito, pois mostra um pouco da relaidades..

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. eu sei o nome é sobre um cachorro golden retrivier, passa sempre na HBO familia tv fechada
    chama se UM AMIGO ENESPERADO é muito lindo, onde podemos ter certeza o quanto animais ajudam tbm nossos anjos lindo ...

    ResponderExcluir
  5. nao sei ate onde doença qualquer nao tenha doença. meu flinho autista , começou a falar, anda, se expresa mais corporalmente, é verdade, mas dança, e cada dia a dedicação de cada um de nossa família nos ajuda como no filme, só que na vida real, cada dia é mágico, difícil , mas nao teria escolhido outro filho.já os médicos no filme ou no mundo real,por vezes mais atrapalham com teorias e tratamentos inexplicaveis, amor e interatividade é tudo para o autista.

    ResponderExcluir
  6. alguem sabe o nome da musica que o philipe toca no final do filme???

    ResponderExcluir
  7. nossa, esse filme é a coisa mais linda que eu já vi ! Tenho um irmão autista, e pra mim .. assistir a esse filme foi um despertar , uma esperança que , confesso, às vezes me some . A criança autista é a coisa mais pura e inesplicável que existe , cada sorriso e cada palavrinha a mais que ele fala é como mais um obstáculo superado .

    ResponderExcluir
  8. não lembro o nome,mas já toquei no ROCK BAND aqui ni shooping em Petrolina_PE

    ResponderExcluir